• Secom

Encontro de Casais com Cristo


Durante esta semana dedicada à família estaremos publicando matérias afins e sobre pastorais, movimentos e serviços que desempenham ações com famílias em nossa Arquidiocese. O ECC é o segundo deles.

“Eu e minha casa serviremos ao Senhor”

(Js 24, 15)

Encontro de Casais com Cristo, ou simplesmente ECC, é um serviço da Igreja no Brasil. Nasceu em solo nacional, em São Paulo, mais precisamente na Vila Pompeia, Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em 1970, pelas mãos do padre Alfonso Pastore. Hoje, no Brasil, o ECC está presente em mais de 200 (arqui)dioceses. Na Arquidiocese de São Luís este serviço de evangelização funciona ativamente nas paróquias locais.

ECC na Arquidiocese

Na Igreja de São Luís, o ECC está presente em 45 paróquias, distribuídas em 11 municípios. O ECC em sua essência é um serviço paroquial, sua natureza é a paroquialidade. Para a implantação do serviço nas paróquias, primeiramente é necessário a autorização do pároco, as providências seguintes ficam à cargo Conselho Arquidiocesano com a devida autorização do arcebispo. Quando desenvolvido, o serviço contempla três etapas.

Primeira etapa: missão do despertar, é o chamamento dos casais à vida cristã: vida comunitária e de sacramentos, principalmente o matrimônio. Nesta etapa, os casais são chamados a experimentar a espiritualidade conjugal, familiar e apostólica. É o pontapé para o engajamento pastoral dos casais na paróquia.

Segunda etapa: o aprofundamento espiritual a partir do batismo, o primeiro dos sacramentos que conduz aos outros. Nesta etapa, os casais passam a conhecer a doutrina, o magistério e tradição da Igreja.

Terceira etapa: neste ponto, o casal volta o olhar para a sua humanidade e os desafios postos à eclesialidade e à sociedade. São chamados a pensar a realidade e entender os desafios contemporâneos que devem ser enfrentados, principalmente em e pela família.

A espiritualidade é o ponto alto do ECC, está assentado sobre cinco bases: doação, pobreza, simplicidade, alegria e oração; fundamentais no processo das etapas que se seguem uma após a outra.

“É um serviço da Igreja para evangelizar a família, primeiro núcleo da enculturação e da evangelização, “Igreja doméstica” e “santuário da vida”, estar para despertar os casais para as pastorais nas paróquias, por esta razão, na arquidiocese, está devidamente integrado à pastoral de conjunto”, como detalha Borralho e Orlandira, casal referência para o serviço na Igreja local.

Publicado trecho em Jornal do Maranhão, edição 106, mês de agosto

#Família #EncontrodeCasaiscomCristo #ECC #ArquidiocesedeSãoLuís

179 visualizações