• Secom

Santa Missa de Corpus Christi marca unidade da Igreja local


A santa missa às 17h é o ápice da celebração de Corpus Christi na Igreja de São Luís. Precedida pelo toque das sinetas que cumpriu o papel de levar a multidão presente ao silêncio da oração, logo após, a procissão de entrada marcou o início da liturgia solene presidida pelo arcebispo metropolitano dom José Belisário, concelebrada pelo bispo auxiliar dom Esmeraldo e pelo bispo emérito de Viana, dom Xavier Gilles; além dos 47 padres presentes, doze diáconos permanentes e dois transitórios. Participaram também da procissão postulantes ao diaconato permanente, seminaristas e acólitos.

Dom Esmeraldo, bispo auxiliar, acolheu os católicos presentes, agradeceu a presença dos padres, diáconos, seminaristas e de o todo o povo de Deus. Agradeceu ainda as autoridades presentes do estado e município.

Após a proclamação do evangelho, dom Belisário, arcebispo, se voltou para a reflexão do dia e acentuou a importância da liturgia. O arcebispo recordou a importância da celebração do Cristo eucarístico nas comunidades e o importante papel dos padres como ministros da Eucaristia, explicou ainda que papel têm os diáconos como anunciadores do Evangelho ao povo de Deus. Ainda, segundo o arcebispo, ao tratar de Igreja e sociedade, a “Eucaristia é fonte que nos renova para caminhos de paz e superação da violência”.

O povo aguarda, após a celebração, a tradicional procissão que percorrerá a avenida Beira-Mar, retornando pela Magalhães Almeida, passando pelas igreja históricas Nossa Senhora de Vitória, Catedral, e Nossa Senhora do Carmo, praça João Lisboa, chegando ao Aterro para a bênção final.

#CorpusChristi #Missa #Solenidade #ArquidiocesedeSãoLuís

0 visualização