• Secom

Procissões Quaresmais 2019


A Quaresma é esse tempo litúrgico que antecipa todo o período da Semana Santa: Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor, do mistério Pascal. Então, é um grande tempo que a Igreja nos dá para que possamos viver verdadeiramente o tempo da Pascoa. É um tempo de reflexão e de fazer um balanço geral em suas vidas .

A primeira procissão da Quaresma, que lembra o início do martírio de Jesus: denominada Procissão do Senhor Bom Jesus da Coluna, tem seu ponto de acolhida na Igreja de Santo Antônio, Centro Histórico de São Luís. Segundo o historiador e organizador do evento, Sebastião Cardoso, a procissão é organizada pela Irmandade da Coluna, sendo antiquíssima, acontecendo na terceira sexta-feira da Quaresma.

Há 20 anos a frente da organização da Irmandade do Senhor Bom Jesus dos Navegantes e das procissões de Bom Jesus da Coluna, da Fugida e do Encontro, Professora Nizete, declara que a função da irmandade é trabalhar nos eventos da igreja e na palavra de cristo. E faz um alerta que ao passar dos anos, essa tradição vem se perdendo e isso estaria fragmentando as irmandades. “Tem esse rótulo de irmandade, mas praticamente não funciona como outrora”, disse.

Preocupação também compartilhada por quem estava na procissão, como afirma a senhora Nea Bello Sá, aposentada e organizadora do evento, “antigamente havia mais gente, agora está muito vazio a procissão”, afirmou. Porém a quem ajude a não deixar que essa tradição se perca, como o coroinha da Catedral da Sé, Antônio Carlos Motta, “há 7 anos participo dessa procissão, quero continuar com a tradição, para que ela não fique tão fraca”.

Para o reitor do Seminário Arquidiocesano e administrador da Igreja Santo Antônio, padre Clemilton Moraes, esta procissão marca as tradições desse tempo especial da Quaresma e que infelizmente ao longo do tempo vem perdendo forças, “a nossa ocupação tem sido de renovar e inovar, de dar um espírito atual, chamar o povo, para fazer parte desse momento, porque vamos traçar com Jesus, o caminho que ele faz rumo a Jerusalém”, destacou.

IRMANDADES

Existiam várias irmandades na Arquidiocese de São Luís, elas organizavam as procissões da Quaresma, das Cinzas – essa era penitencial e saia de várias igrejas com seus fies com trajes a caráter da época para fazer penitencias nas ruas-. A irmandade mais antiga era de Bom Jesus dos Passos na Igreja do Carmo.

A capela dos Navegantes, datada em 1825 é mais antiga que a própria Igreja de Santo Antônio. Esta doou terreno para a irmandade de Bom Jesus da Coluna. A capela da Coluna foi construída junto com a Igreja de Santo Antônio no século 19.

Atualmente só persistem as irmandades de Bom Jesus dos Navegantes e Bom Jesus da Coluna, ambas na Igreja de Santo Antônio.

SENHOR MORTO

A Procissão do Senhor Morto ou do Enterro, tem sua história cujo marco inicial é o largo de Santo Antônio e foi crescendo até a Rua de Santaninha no centro de São Luís, com aspectos diferentes, que vão desde o aspecto religioso, até o olhar de cada pessoa que acompanha ou já participou da procissão. No contexto da festa, há a presença de ingredientes que contribuem para a continuidade de uma tradição religiosa, a exemplo da experiência de vida dos indivíduos que, sobe os olhos da religião, permitem aceitar à Sexta-Feira Santa o verdadeiro caráter de fé.

As celebrações da Semana Santa e principalmente, a Procissão do Senhor Morto, tem a bandeira enrolada, pendões e estandartes com a companhia de Nossa Senhora, sendo carregada por pessoas caracterizadas como apóstolos. Esse período, dar uma oportunidade para aqueles cristãos que precisavam acalmar sua consciência e se entregarem à redenção religiosa, de forma que deixassem suas almas e corpos no caminho da salvação, mais próximas da Igreja e de suas aspirações voltadas para a sociedade.

PROGRAMAÇÃO

06/04 – Procissão da Fugida saindo ás 19h da Igreja de Santo Antônio para a Catedral.

07/04 – Procissão do Encontro saindo ás 17h a imagem do Bom Jesus, da Catedral e no mesmo horário saindo da Igreja de Santo Antônio a imagem de Nossa Senhora para o Encontro na Praça João Lisboa.

14/04 – Missa de Domingo de Ramos ás 7h na Igreja Santo Antônio- Capela dos Navegantes

19/04 – Exposição do Senhor Morto na Igreja de Santo Antônio- Capela dos Navegantes durante o dia. Ás 16h30 cerimônia da narração da Paixão de Cristo e ás 18h30 Procissão do Enterro pelas ruas próximas à Igreja.

21/04 – Missa do Domingo de Páscoa ás 8h na Capela dos Navegantes com apresentação da Ressurreição.

#Quaresma #Procissões #ArquidiocesedeSãoLuís

42 visualizações