top of page

Um ano de presbíteros dos padres Brayan Verde, Lucas Gomes, Manoel de Jesus e Ramon Henrique


(Padres Brayan Verdade, Lucas Gomes, Manoel de Jesus e Ramon Henrique | Foto; Larissa Pinheiro, Pascom Santuário Nazaré Slz)

Neste domingo (12), a Arquidiocese de São Luís do Maranhão celebra o primeiro ano de vida presbiteral dos padres Brayan Verdade, Lucas Gomes, Manoel de Jesus e Ramon Henrique, ordenados pela imposição das mãos de dom Gilberto Pastana de Oliveira, arcebispo, em celebração que reuniu os 15 municípios que formam a Arquidiocese, com Missa campal no Santuário Nossa Senhora de Nazaré, Cohatrac, capital maranhense. Após ordenados, os presbíteros tiveram as transferências anunciadas no dia 2 de janeiro de 2023.


A data foi escolhida um mês antes da ordenação, pelo arcebispo, dom Gilberto Pastana e anunciada no dia 11 de outubro de 2022, em um momento com os padres - na época, diáconos transitórios - e o reitor do Seminário Santo Antônio, padre Clemilton de Moraes.



A cerimônia foi antecedida pelos ritos de prescrição canônica, como o Retiro Canônico e a Profissão de Fé e contou com um Tríduo Vocacional que envolveu todas as paróquias da Arquidiocese em intenção pela ordenação.



Retiro Canônico

O retiro canônico dos padres aconteceu de 2 a 6 de novembro e teve como pregador o padre Luís Henique Reis Costa, pároco da paróquia Sagrada Família, Maiobão, do município de Paço do Lumiar.



Trata-se de um momento previsto no Código de Direito Canonico, nº 1039, que tem como objetivo servir de preparação espiritual para os diáconos transitórios, antes da ordenação presbiteral.


Profissão de fé

A Profissão de Fé que antecede a ordenação presbiteral aconteceu no dia 7 de novembro, no Seminário Santo Antônio,Centro Histórico de São Luís e teve a Missa presidida por dom Gilberto Pastana, arcebispo de São Luís do Maranhão, com presenteça de todos os seminaristas da Arquidiocese.


(Momento da Profissão de fé, dia 7 de novembro, antes da ordenação presbiteral | Foto: Ascom ArquiSlz)

Tríduo Vocacional

Durante o período de preparação para a ordenação, todos os fiéis da Arquidiocese de São Luís do Maranhão foram convidados a se unirem em oração aos que serão ordenados e suas respectivas famílias. Na ocasião, os católicos também são convidados a rezarem para que surjam novas vocações sacerdotais nas famílias.


Assim, nas capelas, salões paroquiais ou comunitários, em família ou em grupo de expressão exlesial, os fiéis foram chamados a rezarem por três dias, cada um com um tema proposta de oraçaõ e reflexão. O roteiro do Tríduo Vocacional foi produzido pelo padre Rodrigo Gutemberg, responsável pelo Serviço de Animação Vocacional (SAV), na Arquidiocese e reitor do Seminário São João Maria Vianney.


1º dia - “E chamou os que Ele quis” (Mc 2,3): nos chama a uma reflexão acerca do

chamado de Deus em nossa realidade, no meio de nossas comunidades e famílias;


2º dia - “Eu sou o Bom Pastor” (Jo 10,11): reflete sobre o carisma do padre diocesano e

a sua configuração ao Cristo Bom Pastor;


3º dia - “A messe é grande e os operários são poucos” (Lc 10,2): fala de elementos que

marcam a vida, a missão e a espiritualidade do presbítero diocesano, fazendo uma

prece a Deus pedindo mais operários para trabalharem na vasta messe de Nosso

Senhor.


Ordenação presbiteral - 12 de novembro de 2022

A ordenação presbiteral aconteceu no dia 12 de novembro de 2022, com Missa Campal que teve início às 17h, na praça da paróquia e Santuário Nossa Senhora de Nazaré, bairro Cohatrac, em São Luís. A celebração foi por dom Gilberto Pastana de Oliveira, arcebispo de São Luís do Maranhão e teve como assembleia os familiares dos presbíteros, suas comunidades de origem e todas as paróquias da Arquidiocese de São Luís do Maranhão.


(Dom Gilberto Pastana na Missa de ordenação, 12 de novembro de 2022 | Foto: Ribamar Carvalho)

A ordenação foi transmitida pelo canal do YouTube da Arquidiocese de São Luís do Maranhão.




As primeira celebrações

Após ordenados, as primeira celebrações aconteceram entre os dias 13 e 14 de novembro.



Lema presbiteral


Padre Brayan Robson Sousa Verde

"Senhor, deixa- a ainda este ano para que eu cave ao redor e coloque adubo." (Lc 13,8)


“O sentido do lema de Ordenação Presbiteral que escolhi é, de princípio, por conta da paciência de Deus para conosco, que é o que significa a parábola de fato, Deus é paciente

sempre, e contingência e fragilidade humana não é capaz de exaurir essa característica divina. Mas, sempre me chamou muito a atenção essa palavra de esperança que o agricultor direciona para o dono da vinha, ou seja, penso que em nosso ministério pastoral presbiteral, nunca devemos abandonar a esperança cuja a fé é seu fundamento (Hb 11,1) é essa esperança alicerçada na fé que nos dará forças para não desistir de cuidar, e essa é outra palavra fundamental, pois, cavar em volta e por adubo será nossa missão pra vida toda. Pois, é tempo de esperançar e cuidar, mais do que nunca, da messe do Senhor. Amém”


Padre Lucas Moreira Gomes

“Não temas! Chamei-te pelo teu nome: tu és meu”. (Is 43, 1)


“O Amor de Deus por nós é tão grande e Ele manifesta isso ao dizer: Não temas!

Garantia que não estamos sós, Ele está sempre conosco no caminho. Somos criados e amados de modo singular, único e completo pelo Mestre. Ele conhece seu discípulo profundamente e por isso chama pelo nome, por que Ele nos conhece desde o ventre de nossa Mãe. Por fim, aquele que nos atrai, diz: tu és meu. Pertencemos a Ele. Rezo ao Bom Pastor que o Ministério que a mim será confiado seja vivido nesta certeza, que pertenço a Cristo e, por Ele, sou chamado!”


Padre Manoel de Jesus Primo

"Eu me consagro por eles, afim de que também eles sejam consagrados na verdade" (Jo 17,19)


“O Amor de Deus por nós é tão grande e Ele manifesta isso ao dizer: Não temas!

Garantia que não estamos sós, Ele está sempre conosco no caminho. Somos criados e amados de modo singular, único e completo pelo Mestre. Ele conhece seu discípulo profundamente e por isso chama pelo nome, por que Ele nos conhece desde o ventre de nossa Mãe. Por fim, aquele que nos atrai, diz: tu és meu. Pertencemos a Ele. Rezo ao Bom Pastor que o Ministério que a mim será confiado seja vivido nesta certeza, que pertenço a Cristo e, por Ele, sou chamado!”.



Padre Ramon Henrique Pereira Costa

“Permanecei no meu amor” (Jo 15,9)


“Consagrar significa que algo, ou alguém, aqui na terra se liga com a sua essência

original, espiritual e divina. Nós nos encarnamos aqui na terra. Mas em todo processo de encarnação ocorre dois riscos: de se ligar demais com a terra e perder a relação com o divino, ou de não se ligar o suficiente com a terra perdendo a oportunidade de se desenvolver como indivíduo que é fruto do dom amoroso de Deus. No equilíbrio entre o espírito e a matéria está a dignidade humana, muito bem salientada em toda consagração e é somente neste equilíbrio que podemos viver a Verdade evangélica em nosso ser. Cristo se encarnou e trouxe para a humanidade o impulso da Liberdade e do Amor. Ele fortalece em nós o impulso de nos encarnarmos e de sermos consagrados e santificados neste mundo nos mostrando o valor da dignidade humana que expressa o real Amor Trino presente em nós. Por este motivo, escolhi essa frase bíblica onde o próprio Jesus faz uma oração consacratória, consagrando-se por amor a Deus Pai inteiramente enquanto homem

encarnação afim de manter o equilíbrio existencial dos homens e, sobretudo, os ajudando

a reestabelecer a aliança de amor com Deus. Neste mesmo sentido desejo-me consagrar

enquanto um ser encarnado neste mundo, buscando por meio da minha consagração a

Deus ajudar tantos quantos necessitarem deste religamento com a Trindade”.



Ordenados e enviados


Em um ano de ministério presbiteral, os padres servem atualmente na Arquidiocese de São Luís do Maranhão e no projeto Igrejas-irmãs da CNBB, em uma parceria entre a Arquidiocese e a Diocese de Guajará-Mirim (RO):


(Durante Missa de Ordenação Presbiteral | Foto: Ribamar Carvalho)

Padre Brayan Robson Sousa Verde

"Senhor, deixa- a ainda este ano para que eu cave ao redor e coloque adubo." (Lc 13,8)

Vigário na paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, Matinha, Forania São Cristovão, Arquidiocese de São Luís do Maranhão, Ilha de Upaon-Açú


Padre Lucas Moreira Gomes

“Não temas! Chamei-te pelo teu nome: tu és meu”. (Is 43, 1)

Pároco solidário na paróquia e Santuário São José de Ribamar, município de São José de Ribamar, Forania de nome homônimo, Arquidiocese de São Luís do Maranhão, Ilha de Upaon-Açú.


Padre Manoel de Jesus Primo

"Eu me consagro por eles, afim de que também eles sejam consagrados na verdade" (Jo 17,19)

Vigário na paróquia Santa Rita, município de Santa Rita, Forania São Benedito, Arquidiocese de São Luís do Maranhão.


Padre Ramon Henrique Pereira Costa

“Permanecei no meu amor” (Jo 15,9)

Pároco na paróquia Nossa Senhora de Fátima, Nova Dimensão, Diocese de Guajará-Mirim, Rondônia.




bottom of page