Segundo dia da 32ªAAP: apresentação dos métodos VER e JULGAR marcam o dia.

(Pascom Arquidiocese de São Luís do Maranhão)

Nesse sábado, 19/11, aconteceu o segundo dia da 32ª Assembleia Arquidiocesana de Pastoral (32ª AAP), onde se deu a formação sobre o Método VER e JULGAR, que junto com o método agir formam um tripé importante para o agir das lideranças nas paróquias.


Em entrevista, dom Gilberto reforçou a importância do tema da Assembleia "Comunidade Eclesial Missionária". Ao falar sobre o tema, o epíscopo reforça: ninguém é cristão sozinho.


"Nós enquanto cristãos, enquanto católicos, devemos ter a consciência que ninguém é cristão sozinho, nós precisamos da comunidade", enfatizou dom Gilberto.

A programação do dia contou com oração, conferência, divisão de grupos para reflexão, plenárias, missa e uma novidade nesse ano: uma Noite Cultural. Vale ressaltar também a organização das equipes de serviço que têm tornado o evento possível. Ao todo são 22 equipes que nos mais diversos serviços têm dado suporte à Assembleia.


Outro ponto importante é a estreia das transmissões dos momentos principais da Assembleia, através do YouTube e do Facebook da Arquidiocese, permitindo que aqueles que não puderam estar como delegados possam acompanhar os desdobramentos, encaminhamentos e material produzido pela Assembleia.


Apresentação dos métodos VER e JULGAR


Durante a manhã foi apresentado o método VER, e na parte da tarde o método JULGAR.


Pela manhã, o tema foi apresentado pelo padre Flávio Colins, Reitor do Seminário Nossa Senhora de Nazaré, Cohatrac e pelo arcebispo de São Luís do Maranhão, dom Gilberto Pastana.


Em sua fala, padre Flávio Colins usou como Palavra condutora o livro bíblico de Josué comparando o contexto em que ele vivia e a realidade dos fiéis de São Luís do Maranhão reunidos em assembleia, o mesmo povo de Deus, que em períodos da historia diferentes, dão continuidade a essa caminhada:


"E aqui estamos, nós, leigos e leigas, bispo e padres, religiosos e religiosas, homens e mulheres escolhidos, convocados, delegados, na nossa Assembleia Arquidiocesana, como membros desse mesmo povo de Deus, sempre a caminho nessa etapa da história da salvação", reforçou o presbítero.

Durante a fala de dom Gilberto, o arcebispo abriu a primeira assessoria da Assembleia apresentando (ou reapresentando) conceitos importantes para a realidade eclesial da Arquidiocese de São Luís do Maranhão. Entre eles, os que dizem respeito à compreensão de conceitos básicos para a participação e comunhão na igreja local, conceitos esses imprescindíveis para todo líder.


Para isso partiu da explicação sobre as instâncias de participação e de comunhão na Igreja local: comunidades, paróquias, Foranias e Arquidiocese. Falou sobre a organização e função da Ação Evangelizadora Missionária, e pontuou a importância de se ter clareza da realidade do campo de missão em que a comunidade, paróquia, Forania e Arquidiocese estão inseridas. Buscando, por exemplo, o recurso científico das pesquisas, quando necessário, para se conhecer a realidade local, e a partir disso, poder organizar o seu plano de missão.


Na ocasião, dom Gilberto apresentou uma pesquisa realizada com a liderança da Forania São Benedito, tendo como ferramenta um questionário aplicado durante ministração de curso. As perguntas abordavam questões sócio culturais, consumo midiático (qual produto de TV e Rádio os líderes consomem), vivência pastoral e experiência eclesial. Ao todo 128 líderes responderam os questionários, que possuía 49 questões, e teve como objetivo coletar uma mostrado perfil da liderança na região.


Assista o método VER



Assista o método JULGAR



Grupos por Forania para discutir temas que afetam todos.


Após a apresentação do método VER, os participantes foram divididos em grupos por Forania. Em cada um desses grupos foi escolhido um relator, que teve a tarefa fazer a síntese do que foi discutido no grupo e apresentar durante as plenárias.


Com resultado das plenárias, foi construída a Carta ao Povo de Deus, instrumento que possui a proposta de resumir os pontos principais da Assembleia e apresentar as orientações e os caminhos que surgiram a partir dela.


A 32ª AAP encerra nesse domingo (20), no Oásis, com missa de envio dos participantes, onde será ainda celebrado o encerramento do ano litúrgico e abertura do Ano Vocacional 2023. A celebração será transmitida pelo canal do YouTube da Arquidiocese.