top of page

Disponível para download a Síntese do Sínodo (2021-2023) da Arquidiocese de São Luís do Maranhão



No último dia 31 de julho, aconteceu o encerramento da primeira fase do Sínodo 2021-2023, "Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão", Fase (Arqui) Diocesana. Na ocasião, foi entregue a Síntese da Escuta Sinodal feita em toda a Arquidiocese de São Luís do Maranhão, em cada Forania.


A reunião de todas as sínteses diocesanas, de cada País, deverão ser encaminhadas às Comissões Continentais dos Bispos (em nosso caso, o CELAM), para a segunda fase de Escuta Sinodal, que deverá acontecer em setembro.


Após esta fase, o material produzido servirá de matéria prima para a última fase do Sínodo, que acontece em 2023, e será conduzida pelo Santo Padre o Papa.


Síntese do Sínodo (2021-2023) da Arquidiocese de São Luís do Maranhão


A Síntese do Sínodo (2021-2023) da Arquidiocese de São Luís do Maranhão está organizada em sete tópicos, que começam com a apresentação da Arquidiocese (1), passa pela explicação de como se deu todo o processo de Escuta Sinodal, desde a formação da equipe, os documentos basilares, e a metodologia de aplicação que foi realizada (2), e discorre sobre os assuntos que surgiram a partir das vivências da Escuta Sinonal, que passa pela Questão fundamental (3), o que se é e o que não é sinodalidade.


E como se dá o ouvir (4), o falar (5) e o celebrar (6) dentro da Arquidiocese de São Luís do Maranhão. Por fim, as considerações na Conclusão (7), apontam o que foi percebido como anseios do povo de Deus nesse período da primeira fase do Sínodo, na página 19:

"Mediante a vivência e escuta do processo sinodal em nossa Arquidiocese, percebe-se o desejo de uma Igreja onde todos possam caminhar juntos. É preciso fortalecer a caminhada sinodal já existente em nossa Arquidiocese, porém, é necessário avançar criando mecanismos de participação, tanto nas decisões quanto nas realizações dos projetos que envolvem toda a nossa Igreja particular.
A Igreja, pelos dons do Espírito Santo, expressa uma diversidade, a qual não pode ser vista como um problema, mas, como uma graça concedida para tornar o Reino de Deus presente em nossas realidades. Contudo, é preciso fortalecer toda e qualquer dinâmica que valorize o diálogo. Elemento necessário para um dinamismo pastoral, cujo objetivo é a unidade."

Acesso o material completo:


Comentarios


bottom of page