top of page

Papa Francisco nomeia Monsenhor Ronilton Souza de Araújo, SCJ, bispo de São Raimundo Nonato (PI)


Na manhã desta quarta-feira (19), o Papa Francisco aceitou o pedido de renúncia, em razão de idade, de dom Eduardo Zielski, governador pastoral da diocese de São Raimundo Nonato (PI). Em virtude da renúncia, foi nomeado no mesmo ato como bispo sucessor, padre Ronilton Souza de Araújo - agora Monsenhor, até a ordenação episcopal - da Congregação Sagrado Coração de Jesus (SCJ).


Monsenhor Ronilton é vigário na paróquial na paróquia de Santa Cruz, em Macaá (AP). Com a nomeação, ele passa a ser bispo no Regional Nordeste 4, que compreende a Igreja Católica no estado do Piauí.


Em sua vida religiosa, já foi missionário com os dehonianos na Arquidiocese de São Luís do Maranhão.


Sobre o padre Ronilton Souza de Araújo (SCJ)*


Padre Ronilton Souza de Araújo é membro da Congregação do Sagrado Coração de Jesus (SCJ). Nasceu em 23 de março de 1967, em Ituiutaba (MG), filho de Manoel Messias de Araújo Pereira (em memória) e Eva Maria de Souza Araújo (em memória).


Em 1992, ingressou no Propedêutico na escola apostólica São José, em Rio Negrinho (SC). Na mesma casa, cursou o Postulantado no primeiro semestre de 1993. No segundo semestre do mesmo ano, ingressou no Noviciado Nossa Senhora de Fátima, em Jaraguá do Sul (SC), concluído em julho de 1994, seguido por um semestre de experiência.


25 de fevereiro de 1995 marca a data de sua primeira Profissão Religiosa, na Igreja Nossa Senhora de Fátima, em Jaraguá do Sul (SC). De 1995 a 1997, estudou Filosofia na faculdade educacional de Brusque (SC). Em 1998 fez o seu Tirocínio, período de estágio e aprendizado, na casa Padre Dehon, em Brusque (SC). De 1999 a 2002, cursou o bacharelado em Teologia, no Instituto Teológico Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté (SP).


Em 23 de fevereiro de 2002, fez seus votos perpétuos e, em 24 de fevereiro, o seu Diaconado, em Lavras (MG). Em 7 de dezembro de 2002, foi ordenado presbítero, em Ituiutaba (MG), pelas mãos de dom Aloisio Roque Opermann (em memória), então arcebispo de Uberaba (MG).


De 2003 a 2004, foi vigário paroquial na paróquia Santa Luzia, em Santa Luzia (MA). No primeiro semestre de 2005, exerceu a função de formador no Postulantado em Terra Bora (PR). De 2007 a 2009, foi formador no seminário maior de Filosofia, em São Luís (MA). No segundo semestre de 2021, foi vigário paroquial da paroquia Nossa Senhora Aparecida, em Tapurah (MT).


O monsenhor possui o curso de pós-graduação em Psicopedagogia pela faculdade de Ciências e Letras Plínio Augusto do Amaral, de Amparo (SP), concluído em 1998; Pós-graduação em Espiritualidade com os Carmelitas, em São Roque (SP), cursado em períodos de férias, entre 2000 e 2002; Curso de Formadores da congregação em Roma, feito no segundo semestre de 2005; e o Curso de Formadores, sobre Espiritualidade Dehoniana, e de formadores na Universidade Salesiana, em Roma, em 2006.


Foi superior do Distrito Brasil São Luís (MA) – entidade religiosa ligada à Provincia Brasil São Paulo (SP) -, de 2010 a 2015, e superior provincial da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, em São Paulo, de 2015 a 2021. Até sua nomeação, exerceu o apostolado de vigário paroquial da paroquia Santa Cruz, em Macapá (AP).


*Fonte: Site CNBB.



Comments


bottom of page