top of page

Movimento Focolares celebra 80 anos e participam de audiência com Papa nesta quinta-feira (7)


(Chiara Lubich, fundadora do Movimento Focolares | Fotos: Assessoria de imprensa Focolares)

O movimento Focolares celebra nesta quinta-feira, 7 de dezembro, 80 anos de existência. Em comemoração a data, a presidente dos Focolares no mundo, Margaret Karram, participará de audiência com o Papa Francisco e às 18h, haverá MIssa na Basílica de Santa Maria Maggiore, em Roma, presidida pelo cardeal Kevin Joseph Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida.


Neste clima de comemorações, o Movimento dos Focolares prepara ainda o festiva internacional Genfest, que acontecerá em julho de 2024, em Aparecida (SP), cujo tema é "juntos para cuidar" e tem a expectativa de público de 6 mil jovens. O Festival se encontra na sua 50ª edição e tem como objetivo despertar o protagonismo dos jovens em prol de um mundo mais unido e fraterno.


Em nota, emitida pela assessoria de imprensa dos Focolares, a presidente, Margaret Karram, fala que a data será ainda um momento importante de peregrinação aos lugares de grandes significados.


“Este dia será a conclusão de uma peregrinação que quisemos fazer a alguns lugares sagrados e significativos de Assis, Loreto e Roma, para agradecer, pedir perdão e recomeçar com coragem e esperança", explica Karram.


Margaret Karram, presidente dos Focolares no mundo, ainda comenta sobre o desejo para a audiência com Sumo Pontífice:

“Queremos levar ao Papa o amor e o carinho dos milhares de pessoas que vivem o Carisma da Unidade no mundo e renovar o nosso serviço à Igreja nesse caminho sinodal, em colaboração com muitos outros que desejam contribuir para a paz e o amor, a fim de lenir as feridas da humanidade.”

História do Movimento Focolares no mundo

O dia 7 de dezembro de 1943 marca o nascimento oficial do Movimento dos Focolares, por ser o dia em que Chiara Lubich, fundadora do movimento, se consagrou para sempre a Deus. Há 80 anos, nasceu uma pequena comunidade que, na destruição da Segunda Guerra Mundial, buscava recompor a paz e a unidade entre todos e que rapidamente se difundiu pelo mundo, inserindo-se na corrente dos Novos Carismas da Igreja. No centro da espiritualidade e da ação do Movimento dos Focolares está o Evangelho e, em particular, a oração de Jesus: “Que todos sejam um” (Jo 17,21).


Hoje, o Movimento está presente em 182 países, como sinal da universalidade e da urgência da unidade e da fraternidade nestes tempos fragmentados e trágicos. Fazem parte do Movimento cristãos de diversas Igrejas, fiéis de numerosas religiões e pessoas sem um referencial religioso preciso.



Comments


bottom of page