top of page

Migração AM-FM: Rádio Educadora da Arquidiocese recebe nesta quinta-feira (14) transmissor FM


Chegou nesta quinta-feira (14), o transmissor FM da Rádio Educadora 560Khz, emissora da Arquidiocese de São Luís do Maranhão, que há 57 anos integra a história da radiodifusão no Estado. A notícia foi recebida com alegria pelo arcebispo dom Gilberto Pastana, que desde sua chegada na Arquidiocese tem acompanhado os passos dados para o processo de migração da AM para FM.


O diretor da Rádio Educadora e diretor-presidente da Fundação Dom José de Medeiros Delgado (Fundel), padre Cláudio Roberto Cruz e o diretor de conteúdo da Rádio Educadora e vice-diretor presidente da Fundel, padre Gutemberg Feitosa, respectivamente, também celebram o avanço dado, onde o processo de migração deve ser concluído com a estréia da emissora FM, prevista para março de 2024. Já contando a fase de implementação da nova programação e dos conteúdos.


"Nos últimos meses, já com a certeza da migração, nós já fizemos alguns ajustes na programação para fazer uma transição gradativa, para que o ouvinte já vá percebendo algumas mudanças. Mas quando tivermos, de fato, a FM, nós faremos mais mudanças na parte técnica, na parte plástica e também a ideia de novos programas para a nossa emissora do povo de Deus", explicou padre Gutemberg Feitosa, vice-diretor presidente da Fundação dom José de Medeiros Delado.

Padre Gutemberg também reforçou a relevância rádio da Arquidiocese, que possui em sua história um jornalismo de credibilidade, que tem espaço para a cultura e o esporte, além de interagir com os ouvintes reverberando notícias relevantes e de utilidade pública em nível de Santa Sé, de Continente, de Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB), de CNBB Regional Nordeste 5 e na Arquidiocese de São Luís do Maranhão.



A equipe histórica dos técnicos que testemunham a Migração AM-FM da Rádio Educadora


A equipe de técnicos e especialistas da Rádio Educadora são personagens importantes na migração AM-FM da emissora. Ao receberem o transmissor nesta quinta-feira, Antônio Carlos Castro (Macarrão) e Fernando César Mores, falaram com a equipe do nosso site sobre esta nova fase da radiodifusão católica.


Fernando César Moraes, engenheiro de eletrônico com habilitação em telecomunicações, que acompanha a Rádio Educadora há 40 anos, tendo participado da consultoria para intalação da Rádio Educadora e da TV Rede Vida e TV Nazaré, falou que a qualidade do sinal com o novo transmissor é o que marca esta nova fase:

"A Rádio Educadora se atualiza passando a operar em FM. Isto significa transmitir um sinal com muito mais qualidade e ampliando o seu público ouvinte, sempre no trabalho de levar aos lares a mensagem da Igreja Católica", enfatiza Fernando César.

(Antônio Carlos Castro, Macarrão, recebendo transmissor FM | Foto: Fernando César de Moraes)

Antônio Carlos Castro (Macarrão), técnico em radiodifusão, que há 23 anos acompanha a Rádio Educadora explicou sobre o alcance da nova FM:

"Os transmissores possuem potência de 12 000 w, com antena de RF de seis elementos, a capacidade dará condições de coberturaa região maranhense do munim, alcançando Primeira Cruz, Santo Amaro e algumas cidades que fazem parte da região dos cocais", explica o Macarrão.

O fato é que os ouvintes agora devem ganhar, certamente, além do alcance e da qualidade do sinal, uma nova experiência com a Rádio arquidioceseana, com a sociedade e com a própria Igreja.


Rádio Educadora 560Khz


Comments


bottom of page