Mães que Oram pelos Filhos reúne mais de 800 participantes em encontro estadual no final de semana


(Fotos: Ascom Arquidiocese de São Luís do Maranhão)

Começou nesse sábado (17), o Encontro Estadual das Mães que Oram pelos Filhos, que chega em sua 6ª edição (quatro delas realizadas na capital maranhense e duas na cidade de Barra o Corda) em um encontro que reuniu mais de 800 participantes de todas as 12 Diocese de Maranhão.


Nesse ano, o tema do encontro é "Reconciliação", e segue uma sequência de cinco moções discernidas pela coordenação do movimento: Reconciliação (2019), Oração (2020), Eucaristia (2021), Penitência (2022), e Missão (2023).


Com inscrições encerradas por alcançar a lotação segura do local, o evento está sendo transmitido pelo canal do YouTube da Arquidiocese. Além disso, o evento possui acessibilidade e possui a presença de dois intérpretes de Libras, da Pastoral do Surdo, Alberto Lima (Paróquia São José e São Pantaleão) e Rosangela Lindoso (Grupo Mãos que evangelizam, Cohatrac).



Concelebraram com dom Gilberto os diretores espirituais nacional e diocesano do movimento, padre Hadeleon Santana e padre Hernanni Pereira, respectivamente, os padre franciscanos capuchinhos, frei Messias Neto e frei Tadeu, os padres José Ribamar Lima, Carlimar Holanda, Rafael Barbosa, e auxiliou a celebração o diácono Manoel Primo.


Durante a homilia, dom Gilberto saudou os participantes das Dioceses presentes, e falou da importância de um momento de silêncio e formação na vida das mulheres que são mães.


Dez circunscrições eclesiásticas do Maranhão estão representadas. A Arquidiocese de São Luís do Maranhão, possui o maior número de participantes, por ser a sede que acolhe o encontro. Entre as demais presentes estão:


1- Caxias do Maranhão: Buriti Bravo, Caxias (sede), São João dos Patos, Fortuna.


2- Diocese de Zé Doca: Santa Luzia do Paruá.


3- Diocese de Imperatriz: São Francisco de Assis, Cristo Salvador e Matriz.


4- Diocese de Coroatá: Itapecuru Mirim, Vargem Grande.


5- Diocese de Viana: Lago Açú, Buriticupu, Santa Inês.


6- Diocese de Carolina: Porto Franco.


7- Diocese de Pinheiro: Jenipauba, Guimarães.


8- Diocese de Bacabal: Capinzal do Norte.


9- Diocese de Brejo: Barreirinhas, Urbano Santos.


10- Diocese de Balsas: Balsas.


Após a missa, houve o testemunho de uma das participantes, participante de um dos grupos na capital marenhense das Mães que Oram pelos Filhos, Helena Duailibe, que do grupo na par´qouia São Paulo Apóstolo, e relatou um caso de vitória em uma situação de enfermidade em sua família, atribuída graças a intercessão do grupo.



O encontro encerra nesse domingo, às 12h, e até lá, você pode acompanhar a transmissão através do YouTube da Arquidiocese.


Todo o evento foi preparado com cuidado, afeto e delicadezas característicos de mães. Na ornamentação, o cuidado com Nossa Senhora de La Salete, padroeira das Mães que Oram pelos Filhos, em um andor de destaque na entrada do local e em frente ao palco do evento.



Cada equipe de trabalho do encontro, por exemplo, é identificada por uma cor de calça diferente. A Equipe de Mídia, coordenada por Ana Rita, é verde.



Acesse a lista dos grupos de Mães que Oram pelos Filhos nas paróquias da Arquidiocese. E aprenda a música criada por mães maranhenses especialmente para o movimento.

Grupos Mães que Oram pelos Filhos Arquidiocese de São Luís do Maranhão
.pdf
Download PDF • 117KB


Música: Aí tem Mãe que Ora

Composição: Maria Rodrigues Ramos/MA


Aí tem mãe que ora?

Tem sim!

Chamada por Deus a servir

De vários lugares e lares

Em unidade a seguir (2x)


A exemplo de Maria,

Que é modelo de fé para nós

Guiadas por Deus Pai

Pra não esmorecer

Por nossas famílias

vamos todas interceder

E a todos os filhos vamos

favorecer (repete)


De Norte a Sul a andar

De Leste a Oeste proclamar

Que a alegria do Senhor é

a nossa força

Assim, vamos nós anunciar


Aí tem mãe que ora?

Tem sim!