Grupo "Mãos que evangelizam" faz convite às pessoas surdas para a Solenidade de Corpus Christi




O grupo "Mãos que evangelizam" realiza um trabalho pastoral importante de acessibilidade às pessoas surdas, na Igreja Católica de São Luís.


Pertencentes a Pastoral do Surdo, e integrantes da paróquia do Santuário Nossa Senhora de Nazaré, Cohatrac, o grupo está presente em todas as celebrações eucarísticas, oferecendo o serviço de acolhimento e evangelização das pessoas surdas através dos membros da Pastoral que fazem o serviço de intérpretes de Libras.


O serviço oferecido por esta pastoral é de grande importância para a inclusão e acolhimento das pessoas surdas na Igreja.


Em São Luís (MA), o grupo consegue descobrir os eventos e encontros que possuem intérpretes através dos grupos de whatsapp que existem dedicados aos surdos: "Surdos do Maranhão" e o grupo do "Mãos que evangelizam". Mas nem sempre este serviço é possível, em muitos casos, os surdos costumam ir mesmo sem serviço de intérpretes, tamanha é a sede deles em participar da vida na Igreja.


Foi o caso do casal de surdos-mudos que participaram do Vinde a Mim, encontro promovido pela Renovação Carismática Católica (RCC), neste final de semana, 11 e 12 de junho. O casal soube do evento através do grupo de whatsapp do "Mãos que evangelizam", que prestaram serviço de intérpretes durante o evento.


Na ocasião, aproveitaram para convidar os surdos para a Solenidade de Corpus Christi, que acontecerá no próximo dia 16/6, no Estádio Municipal Nhozinho Santos e contará com serviço de acessibilidade feito pelo grupo "Mãos que evangelizam" e a Pastoral do Surdo da Arquidiocese.


Além disso, na celebração eucarística do dia da Solenidade, a primeira leitura será feita por um surdo, membro da Pastoral.