• Secom

Fraternidade O Caminho realizará ação social




Neste próximo dia (16), de novembro nossa Fraternidade O Caminho, realizará uma ação social em nosso Centro Social São João Paulo II, no Bairro do João Paulo. Esta ação visa o atendimento médico aos moradores de rua e moradores das casas do bairro. Estaremos oferecendo várias especialidades médicas e entretenimento para as crianças.



A comunidade não quer somente uma “ação social” no sentido propriamente dito da palavra. Escolhemos a data do dia 16 de novembro por ser um dia antes do Dia Mundial dos Pobres proclamado pelo Papa Francisco em 2017. Com esta ação social buscamos alcançar os moradores da vizinhança para os trabalhos ocorridos no Centro Social. Sobre tudo, poder alcançar as necessidades das pessoas mais carentes do bairro, pois “A esperança dos pobres jamais se frustrará” (Sl 9, 19), este é o salmo que orienta o Dia Mundial dos Pobres do ano de 2019.


"Quantas vezes vemos os pobres nas lixeiras a catar o descarte e o supérfluo, a fim de encontrar algo para se alimentar ou vestir! Tendo-se tornado, eles próprios, parte duma lixeira humana, são tratados como lixo, sem que isto provoque qualquer sentido de culpa em quantos são cúmplices deste escândalo. Aos pobres, frequentemente considerados parasitas da sociedade, não se lhes perdoa sequer a sua pobreza. A condenação está sempre pronta. Não se podem permitir sequer o medo ou o desânimo: simplesmente porque pobres, serão tidos por ameaçadores ou incapazes."
(Mensagem do Santo Padre Francisco para o III Dia Mundial Dos Pobres. Vaticano, na Memória litúrgica de Santo António de Lisboa, 13 de junho de 2019.)


Atendendo ao chamado de nosso Pastor, Papa Francisco, viemos por meio desta ação social, se solidarizar com os pobres de nossa sociedade, àqueles que muitas vezes são abandonados pelos poderes públicos e a pela própria sociedade. Nossa comunidade acredita que estes pobres são o “rosto de Jesus”, pois Ele mesmo disse: “Tive fome e me destes de comer...Toda vez que fizestes isto a um dos meus pequeninos foi a mim que o fizestes” (Mt 25, 40).


Fraternidade O Caminho


Somos uma Fraternidade católica, plurivocacional, formada por consagrados, sacerdotes e leigos nos seus mais variados rostos e idades.


Nossa Fraternidade começou na periferia da Zona Sul da cidade de São Paulo, no ano de 2001, com padre Gilson Sobreiro, nosso fundador, juntamente com Ir. Serva das Chagas Ocultas do Crucificado, nossa cofundadora, a leiga Márcia Oliveira Maia Prates e alguns jovens.


A dramática realidade do vício das drogas e do tráfico, no qual se encontravam centenas de jovens, foi o “ponta pé” inicial que deu origem a nossa Fraternidade. No início era apenas uma Casa de Acolhimento, entretanto, com o passar do tempo, fomos discernindo que Deus queria algo mais. Esse algo mais era uma comunidade consagrada totalmente a Ele.


Alguns dos primeiros membros abraçaram a Vida Consagrada pela profissão dos Conselhos Evangélicos de pobreza, obediência, castidade e total disponibilidade ao Reino; outros fizeram os seus vínculos como Leigos Associados, outros permaneceram como membros da Juventude. À medida que os anos se passaram, somaram-se a estes, os casais e as crianças.


Parte inseparável da Fraternidade são os “filhos prediletos”, que é como chamamos os nossos acolhidos. Muitos deles, depois de reabilitados, se juntaram a nós, formando um importante exército de resgate daqueles que ainda se encontram no mundo das drogas, do tráfico, da criminalidade, em situação de rua, de cárcere e de prostituição.


Estamos vinculados a Diocese de Mogi das Cruzes, no Estado de São Paulo, sob os cuidados de Dom Pedro Luiz Stringhini. Vale a pena ressaltar que Dom Pedro Luiz nos acompanha desde os nossos primeiros anos. Temos por ele um profundo carinho, respeito e uma enorme gratidão.


Nosso status canônico, dentro da Igreja, é de Associação Pública de Fiéis de Direito Diocesano, em vista de ereção como Instituto Religioso de Direito Diocesano.


Estamos em 15 países e no Brasil estamos em 16 estados. No Maranhão temos missões em Bacabal, São José de Ribamar e São Luís.

Desenvolvemos na arquidiocese de São Luís um trabalho com os moradores de rua fazendo pastorais na rua, evangelizando e tentando tirá-los desta situação de rua para serem acolhidos em nossa casa de recuperação, que fica em São José de Ribamar. Há alguns meses, com muito esforço e graça de Deus, nossa missão em São Luís conquistou um espaço para o nosso Centro Social que fica no bairro do João Paulo. Neste centro realizamos atividades com os jovens, casais, dependentes químicos e suas famílias através do Grupo de Apoio Sede Sóbrios. Neste centro social realizamos ações visando os moradores de rua e moradores da redondeza.


Estamos na arquidiocese de São Luís há 13 anos desenvolvendo um trabalho com os moradores de rua e homens em situação de dependência química. Este trabalho é realizado às pessoas mais carentes pelos religiosos e membros da missão. Estes membros são frutos de nossos encontros para jovens e casais, que depois de uma experiência forte com Deus, passam a servir os pobres junto ao carisma da fraternidade.


#AçãoSocial

#DiaDoPobre

29 visualizações