top of page

Eleitos 1º e 2º vice-presidentes da CNBB (2023-2027)


(Foto: Divulgação CNBB)

Na manhã desta terça-feira (25), sétimo dia da 60ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, o episcopado elegeu o primeiro e o segundo vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom João Justino de Medeiros Silva, arcebispo de Goiânia (GO) e dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa, bispo de Garanhuns (PE), respectivamente, para o quadriênio 2023-2027.


Durante entrevista coletiva após a eleição, dom Paulo Jackson falou do critério que utilizou para aceitar a função de segundo vice-presidente e confirmou que a representatividade da Região Nordeste - que possui cinco Regionais entre os 19 existentes da CNBB - foi um fator decisivo para o aceite.


Biografia de dom João Justino de Medeiros Silva (GO)

(Dom João Justino de Medeiros Silva | Foto: CNBB)

Dom João Justino foi nomeado pelo Papa Francisco arcebispo de Goiânia em dezembro de 2021. Antes disso, em 2015, foi eleito presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da CNBB, integrando o Conselho Episcopal Pastoral (Consep). Em 2019, foi reeleito para a mesma função. Foi secretário das Edições CNBB, de 2015 a 2019. Também foi presidente da Comissão para a Educação do Regional Leste 2 da CNBB, de 2015 a 2019.


Em março de 2016, dom João Justino foi nomeado membro da Comissão de Cultura e Educação do Setor Universidades do Conselho Episcopal Latino-americano (Celam) e responsável pelas pastorais de Educação e Cultura no Cone Sul.

Em 22 de fevereiro de 2017, o Papa Francisco o nomeou arcebispo coadjutor de Montes Claros, missão que assumiu no dia 13 de maio de 2017. Tornou-se arcebispo de Montes Claros em 21 de novembro de 2018.


Em 2019, foi indicado pelo Conselho Permanente da CNBB como membro titular do Conselho para o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida e, também, membro titular do Conselho Econômico da CNBB. Em 9 de dezembro de 2021, recebeu nova missão, sendo transferido pelo Papa Francisco para a arquidiocese de Goiânia. A posse foi em 16 de fevereiro de 2022.

Veja biografia completa no site da CNBB: clique aqui.


Pronunciamento pós eleição de dom João Justino: clique aqui




Biografia de dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa


(Dom Paulo Jackson de Sousa | Foto: CNBB)

Dom Paulo Jackson nasceu em São José de Espinharas, na Paraíba, no dia 17 de abril de 1969. Estudou Filosofia no Instituto de Teologia do Recife (1987-1989) e Teologia no Seminário Imaculada Conceição, em João Pessoa (1990-1992). Foi ordenado presbítero no dia 17 de dezembro de 1993. É mestre em Exegese Bíblica pelo Instituto Bíblico de Roma (1997-2000) e doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma (2007-2010).


Foi secretário nacional da Organização dos Seminários e Institutos Filosófico-Teológicos do Brasil (2004-2007); vigário paroquial da Paróquia São Geraldo, Belo Horizonte (2011-2012), e administrador paroquial da Paróquia Senhor Bom Jesus do Horto, Belo Horizonte (2012-2015). Foi professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia em Belo Horizonte (2012-2015). Foi também formador dos seminaristas estudantes de Teologia da diocese de Patos, em Belo Horizonte.


No dia 20 de maio de 2015 foi nomeado pelo Papa Francisco como bispo da diocese de Garanhuns, no Pernambuco. Sua ordenação episcopal ocorreu no dia 18 de julho de 2015, no Largo Dom Gerardo Andrade Ponte, ao lado da Catedral de Nossa Senhora da Guia, diocese de Patos (PB). A ordenação foi presidida pelo arcebispo de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, e teve como bispos coordenantes dom Eraldo Bispo da Silva, bispo de Patos (PB), e dom Manoel dos Reis de Farias, bispo de Petrolina (PE).


Sua posse canônica aconteceu no dia 23 de agosto de 2015, na Catedral de Santo Antônio, em Garanhuns. Seu lema episcopal é In Verbo tuo (Na tua Palavra). É inspirado em Lc 5,5, a partir do diálogo de Jesus com Pedro depois do episódio da pesca milagrosa.


No mesmo ano de sua nomeação, foi escolhido membro da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB para o quadriênio entre 2015 e 2019. E em 2019, foi eleito presidente do Regional Nordeste 2 da CNBB, que compreende os estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, para o quadriênio de 2019 a 2023. No Regional, também desempenha a função de referencial para a Doutrina da Fé.

Pronunciamento de dom Paulo Jackson: clique aqui

Comentários


bottom of page