• Secom

Dom Walmor escreve artigo sobre a comunicação na Igreja


Foto: Pascom Brasil

Em artigo publicado no dia 12 de junho, sob o título “A Comunicação na Igreja”, o arcebispo metropolitano de Belo Horizonte (MG) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo, defende a valorização da comunicação como algo essencial para cumprir a missão evangelizadora da Igreja Católica.


Contudo, dom Walmor adverte que “essa valorização deve sempre reger-se no horizonte evangelizador que norteia o caminho missionário da Igreja, o que inclui balizar conteúdos e práticas comunicacionais a partir de princípios inegociáveis. Assim, a Igreja, a partir da comunicação, anuncia o Reino de Deus e, pela força desse anúncio, transforma vidas, ajudando na construção de sociedades justas e solidárias”.


O arcebispo de Belo Horizonte afirma ser sabido que manter serviços de comunicação custa caro, exige investimento permanente em profissionais e no contínuo avanço tecnológico e que o aspecto econômico se impõe alguns revezes. Por outro lado, o presidente da CNBB defende que a comunicação católica não pode afastar-se do compromisso de anunciar a Boa Nova.


No artigo, dom Walmor defende que o envolvimento de diferentes atores no processo comunicacional das mídias católicas, com as suas especificidades, nuances e impostações, não pode dispensar o alinhamento doutrinal com a Igreja e, consequentemente, o compromisso com a evangelização.


“A Igreja Católica é detentora de um horizonte que vem da inspiração de suas tradições, valores, experiências, documentos e, especialmente, da Palavra de Deus. Isto significa dizer que não são permitidas superficialidades ou invencionices na comunicação da Igreja que possam desfigurar a beleza e a inteireza da fé cristã católica. Arriscados personalismos, alimentados por desvios religiosos nefastos, merecem adequado tratamento”.

(Com informações da CNBB)

0 visualização