top of page

Dom Gilberto Pastana é o novo presidente do Regional Nordeste V (2023-2027)


(Dom Gilberto Pastana, arcebispo de São Luís do Maranhão e presidente do Regional NE5, 2023-2027 | Foto: Martha Bispo)

Na tarde desta quarta-feira (26), os bispos do Regional Nordeste V (NE5) elegeram dom Gilberto Pastana de Oliveira, arcebispo de São Luís do Maranhão e atual bispo referencial da Comunicação no Regional NE5, como novo presidente para o quadriênio 2023-2027. Esta é a segunda vez que dom Gilberto assume a função. A primeira foi nos anos 2010 a 2015.


A eleição aconteceu durante a 60ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em Aparecida (SP), onde foram escolhidos também o vice-presidente, dom Sebastião Lima Duarte, bispo da Diocese de Caxias do Maranhão, e como secretário, dom Francisco Lima Soares, bispo da Diocese de Carolina.


(Dom Gilberto Pastana, dom Sebastião Duarte e dom Francisco Lima, nova presidência do Regional NE5 | Foto: Martha Bispo)

Dom Gilberto Pastana sucede dom Sebastião Bandeira, bispo da Diocese de Coroatá, que estava à frente do Regional NE5 no quadriênio 2019-2023.


Com a eleição, a sede do Secretariado Regional da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) passa a coincidir com a cidade de residência do presidente eleito do Regional, São Luís. Órgão executivo permanente, o Secretariado do Regional NE5 é o responsável pela direção administrativa e financeira do Regional NE5, mecanismo que está a serviço dos bispos e expressões eclesiais das Dioceses do Maranhão.



Dom Gilberto Pastana e sua história na CNBB


Santarense nascido em 29 de julho de 1956, dom Gilberto Pastana de Oliveira é do povoado de Boim, região de Tapajós, oeste do estado do Pará. Mestre em Teologia Espiritual pela Faculdade Teresianum, em Roma, dom Gilberto é graduado em Filosofia, pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e em Teologia pelo Instituto de Pastoral Regional (IPAR).


Foi ordenado padre no dia 27 de julho de 1985, na Paróquia Cristo Rei, em Santarém (PA). No dia 03 de agosto de 2005, foi nomeado pelo Papa Bento XVI como bispo da Diocese de Imperatriz (MA), e escolheu como lema episcopal “Venha do teu Reino” (Mt 6, 10a). Foi sagrado bispo no dia 28 de outubro do mesmo ano, tomando posse no dia 13 de novembro de 2005.


Durante o período que esteve à frente da Diocese, dom Gilberto atuou como bispo referencial para Liturgia, para as Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) e para os leigos, durante os anos de 2005 a 2016. E entre os anos de 2010 a 2015, foi o presidente do Regional NE5. O período coincidiu com a primeira visita Ad Limina que realizou após sagrado bispo.



Ainda em 2014, em nível de Brasil, atuou na atuou na construção do texto do documento nº 100 da CNBB, “Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia. A conversão pastoral da Paróquia”, lançado durante a 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil.


Em 16 de maio 2016, foi nomeado bispo coadjutor para a Diocese de Crato (CE) (16/05/2016), com missa de apresentação no dia 17 de julho do mesmo ano, em Crato.


Sua história com a Arquidiocese de São Luís do Maranhão se cruzou mais uma vez, após as muitas passagens pela cidade no período em que foi Presidente do Regional. No dia 02 de junho de 2021, foi nomeado pelo Papa Francisco como o oitavo arcebispo da Arquidiocese de São Luís do Maranhão, tomando posse em 18 de julho de 2021, no Parque São João Paulo II.



Em 2022, dom Gilberto Pastana foi o primeiro arcebispo de São Luís do Maranhão a receber o pálio arquiepiscopal em sua Arquidiocese. Antes a cerimônia acontecia em Roma, mas o Papa Francisco decidiu pela alteração para favorecer que os fiéis e a Igreja local pudessem acompanhar a cerimônia de imposição do pálio.


A cerimônia aconteceu no dia 28 de outubro de 2022, e foi presidida pelo Núncio Apostólico do Brasil, dom Giambattista Diquattro.



댓글


bottom of page