DNJ 2022 mostra o rosto alegre das juventudes da Arquidiocese


(Fotos: Ascom Arquidiocese de São Luís do Maranhão)

Segundo a equipe organizadora do Dia Nacional da Juventude (DNJ), cerca de 400 jovens, da área continental e insular da Arquidiocese de São Luís do Maranhão, estiveram na tarde desse sábado (5), no Colégio Santa Teresa, localizado no Centro de São Luís, refletindo sobre o tema "E o verbo se fez carne" (Jo 1,14).


O encontro teve a presença de dom Gilberto Pastana, Arcebispo de São Luís do Maranhão, do padre Jadson Borba, coordenador arquidiocesano da Ação Evangelizadora Missionária, além do padre Bruno Pimenta, diretor espiritual da pastoral Juvenil na Arquidiocese, e do padre Michel Bastos, da Comunidade Católica Shalom.

lém de música, dança, momentos fraternos e Adoração Eucarística, o encontro teve ainda sete oficinas que abordaram os temas:

1- Marias de luta: PJ;

2- Vocação: Pastoral vocacional

3- A Palavra se fez byte: Frater Abraão-SCJ

4- Cristo Vive: Seminarista Raymson

5- Juventude e santidade: Isidório (Comunidade Católica Shalom)

6- Dons carismáticos: Lucas (Renovaçao Carismática Católica)

7- Pastoral juvenil e sinodalidade: Pe Jadson Borba (coordenador arquidiocesano da Ação Evangelizadora Missionária).


Todas as dez Foranias da Arquidiocese estiveram representadas, com uma participação expressiva das paróquias da Forania São Benedito, região continental da Arquidiocese. As expressões eclesiais que possuem trabalho com a juventude também se fizeram pesentes na grande festa das juventudes, que é o DNJ.


(Foto: Pascom Paróquia Santo Antônio de Pádua)

Na foto acima, estão representantes da Pastoral da Juventude Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Anil), Fraternidade o Caminho, Equipe de Jovens de Nossa Senhora (EJNS), Juventude Missionária, Projeto Juventude da Comunidade Católica Shalom, Pastoral da Juventude Paróuia Santo Antônio de Pádua (Cohajap), Setor Juventude da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Cohab), Pstoral da Juventude e Comunidade Ebenézer.


Pastoral Juvenil sob nova direção


Durante o encontro, dom Gilberto oficilizou a nova coordenação da Pastoral Juvenil (Setor Juventude) na Arquidiocese, que nos próximos dois anos será liderada pelos jovens Danilo Freitas, da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Cohab) e Aléxia Jansen, da Paróquia Santo Antônio de Pádua (Parque Athenas).


Danilo Freitas tem 26 anos, é advogado, e desde o ano de 2007 pertencente à paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Cohab, onde já fez pate da Equipe de Liturgia, mas, há três anos, está à frente do setor juventude e atualmente, também exerce a missão de catequista.


Aléxia Jansen sempre esteve inserida no ambiente paroquial com a avó, mas, na adolescência acabou se afastando. Retornou aos 18 anos, após participar de um Encontro de Jovens com Cristo (EJC), que foi um divisor de águas em sua caminhada. Após o EJC elatem seguido um caminho de entrega ao serviço na Igreja. Já serviiu como líder na Paróquia Santuário da Conceição, Monte Castelo, mas, atualmente está inserida na vida comunitária da Paróquia Santo Antônio de Pádua, Cohajap.


"Sempre servindo a juventude, com amor, fé e gratidão a cada aprendizado", testemunha Aléxia.

Em nível de Arquidiocese, a coordenação da Pastoral Juvenil deverá acompanhar de modo mais próximo os grupos de jovens nas Paróquias e buscarão conhecer mais as expressões de juventudes que existem.


Em 2023, irão trabalhar propostas que contemplem atividades sugeridas pelos jovens nesse DNJ 2022, que pediram por mais momentos similiares ao que foi vivido nesse DNJ: mais momentos oração, formação e vivência fraterna. Pedidos que vão ao encontro do que foi percebido nos momentos de Escuta Sinodal em nossa Arquidiocese. Certamente, essa sensibilidade por parte das lideranças da Pastoral Juvenil, é um sinal do próprio Ruah agindo nos corações juvenis.