Dissertação de padre Gutemberg Feitosa está entre os finalistas do 54º Prêmios de Comunicação CNBB


(Fotos: divulgação CNBB)

Foi anunciado neste domingo, 24/07, pela Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) o nome dos finalistas da 54ª edição dos Prêmios de Comunicação da CNBB.


A cerimônia de entrega acontecerá em modo presencial, no dia 20 de novembro, em Curitiba (PR) e será transmitida por todas as emissoras de inspiração católicas do Brasil. Ao todo são sete categorias, que contemplam áreas distintas da comunicação: Categoria Clara de Assis, Televisão; Categoria Dom Hélder Câmara, Imprensa; Categoria Microfone de Prata, Rádio; Categoria Papa Francisco, dissertações e teses; Categoria Kerigma, Pastoral da Comunicação e a Categoria Dom Luciano Mendes, Internet.


Entre os finalistas da categoria Papa Francisco, está o presbítero, jornalista e mestre em comunicação, padre Gutemberg Feitosa, diretor de conteúdo na Rádio Educadora e do Jornal do Maranhão na Arquidiocese de São Luís do Maranhão.


(Foto: Ribamar Carvalho)

Ele concorre com a dissertação Migração de Rádio: do AM ao FM, tradição, inovação e reconfiguração na Rádio Educadora do Maranhão, defendida no mestrado profissional do programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).


Os outros dois finalistas na categoria Papa Francisco, dissertações, são: “É melhor tirar a cadeia”: contribuições da teologia pública para a superação do encarceramento, de Lucas Henrique Pereira Duarte (PUC-PR) e A Vocação Para O Direito E A Justiça No Primeiro Canto Do Servo De Yhwh (Is 42,1-9), de Márcio José Pelinski (PUC-PR).


Nesta edição, apenas um trabalho chegou a final em teses: "A representação do capelão militar nos filmes de guerra: O Resgate do Soldado, Pearl Harbor, Paisà e A Grande Guerra, de Héliton Marconi Dantas de Medeiros (PUC-Rio).


Após a fase do "Júri técnico", onde se definem os finalistas das categorias, a próxima fase segue para o "Júri Pastoral", constituída por cinco bispos, onde são definidos os vencedores de cada categoria.


Regional NE 5 pelo segundo ano consecutivo chega entre os finalistas na categoria Papa Francisco


A categoria Papa Francisco estreou em 2021, na 53ª edição dos Prêmios de Comunicação da CNBB, e já começou com "prata da casa" do Regional NE5. Entre as dissertações finalistas, estava o trabalho da ludovicense, radialista, jornalista e ex-coordenadora estadual do Ministério de Comunicação Social (MCS) da Renovação Carismática Católica (RCC) do Maranhão, profissional que assumiu recentemente a assessora de comunicação da Arquidiocese de São Luís do Maranhão, Virgínia Diniz. Ela concorreu com o trabalho "Catolicismo midiático, juventude e testemunho: uma análise do programa PHN da TV Canção Nova", dissertação defendida no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em 2018.


Foto tirada durante entrevista na Rádio Educadora 560khz, por ocasião do resultado dos finalistas da 53ª edição, onde padre Gutemberg entrevistava a finalista maranhense)
(Foto: Arquivo pessoal Virgínia Diniz)

Parte das contribuições desta dissertação estão em um dos capítulos do livro recém lançado pela editora Recriar, organizado pelos teólogos Moysés Quitério e Vinnícius Almeida, "Pentecostalismo & Sociedade, um olhar contemporâneo", onde a autora contribui com os estudos do pentecostalismo católico. A obra tem previsão de lançamento local neste semestre.



A dissertação de padre Gutemberg Feitosa tem uma significativa colaboração para o trabalho científico e profissional desenvolvido no Estado, uma vez que o presbítero integra a primeira turma do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFMA.


Estamos na torcida pelo prêmio!