Dada a largada para o projeto de Corpus Christi 2023!


(Fotos: Ascom Arquidiocese)

Momento de celebração, avaliação e confraternização reuniu equipes de serviço que organizaram a Solenidade de Corpus Christi 2022


Reuniram-se nesta segunda-feira, 22/08, 65 participantes das Equipes de Serviço, Grupos de Trabalho e a equipe de coordenação, que organizaram a Solenidade de Corpus Christi 2022, que teve como tema: “Comunhão, participação e missão” e como lema: “Que todos sejam um” (Jo 17,20). A Solenidade reuniu mais de 8.000 mil participantes no Estádio Municipal Nhozinho Santos, em junho deste ano, na primeira edição realizada após o arrefecimento das restrições sanitárias ocorridas com o período da pandemia.


A reunião foi conduzida pelo Arcebispo, dom Gilberto Pastana e pelo coordenador do projeto missionário da Solenidade de Corpus Christi, padre Jadson Borba, coordenador arquidiocesano da Ação Evangelizadora Missionária. Estiveram presentes na reunião de avaliação e confraternização, os coordenadores de todas as seis Equipes de Serviço (Celebração, Comunicação, Serviço, Finanças, Animação e Secretaria), e parte dos Grupos de Trabalho (GT). Na programação, celebração-oração, confraternização e apresentação da avaliação de Corpus Christi, este último, um dos momentos mais esperados da noite.


Duas avaliações foram feitas: a primeira, com o questionário disponibilizado para todos os participantes de Corpus Christi, que entre as perguntas continha questões socioeconômicas, e perguntas de cunho organizacional do evento. A segunda avaliação foi aplicada através de outro questionário, destinado às Equipes de Serviço, e seus respectivos Grupos de Trabalho.


Entre a avaliação dos participantes de grupos de trabalho, está a de Antônio Júnior, da paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, bairro Cohab, que trabalhou no GT Pascom/Ascom, da Equipe de Serviço Comunicação. Para Antônio Júnior, trabalhar na Solenidade de Corpus Christi foi um momento significativo, por poder servir em unidade, o que significou estar unido ao Corpo de Cristo e à Igreja. “Avaliar sempre é importante. É bom avaliar hoje para acertarmos em nossas próximas atividades, nesse novo formato da Solenidade de Corpus Christi. Para ano que vem, já estaremos mais maduros para a próxima Solenidade, pois já pegamos ‘a base' nesse ano de 2022”, enfatizou.


Na função que desempenhastes na solenidade, o que observou que te deixou feliz em se doar na Solenidade, perguntamos, e ele respondeu: “Pude observar nas lentes da câmera uma Igreja pulsante e viva, na grande manifestação de fé da nossa Igreja, ainda mais neste tempo de Sínodo dos Bispos. A minha alegria foi ver uma Igreja Sinodal nesse dia, onde todos fomos um só em prol da Solenidade de Corpus Christi”.


Corpus Christi em números e corações


O questionário para os participantes, que foi respondido por 965 pessoas, ficou disponível no site da Arquidiocese, e contou 28 perguntas, sendo 27 objetivas e 1 subjetiva. As respostas da questão subjetiva somaram 34 páginas que foram analisadas e acolhidas pela coordenação.


A medida em que os resultados eram apresentados, abria-se para comentários dos presentes sobre as respostas apuradas.



Entre pontos bons, pontos que precisam ser melhorados e também, sugestões para a próxima edição, estava uma das respostas que certamente aqueceu o coração de todos que estiveram na organização: “Você pretende participar da celebração de Corpus Christi no próximo ano?”. Uma porcentagem de 97,2% respondeu: “sim”!


“Isso significa que, no próximo ano, já temos oito mil pessoas participando da Solenidade. Se todos cumprirem o desafio de levar 4 convidados, podemos chegar aos 12 mil na próxima edição”, lembrava o arcebispo, dom Gilberto Pastana, ao comentar este resultado da pesquisa.



Além dos números dos possíveis participantes do próximo ano, o questionário apurou, também, quais as paróquias que mais participaram, entre os respondentes. Em ordem, foram: Nossa Senhora de Fátima, da Vila Luizão, Nossa Senhora de Nazaré, do bairro Cohatrac, Santíssima Trindade, na Cidade Olímpica e a paróquia Sagrada Família, do Maiobão, Paço do Lumiar (MA).


Vale lembrar que a Vila Luizão foi a paróquia com o maior número de ônibus entre as 64 caravanas presentes em Corpus Christi neste ano, ao todo a paróquia levou nove ônibus no dia da Solenidade.



Outra resposta importante foi a do número de pessoas empregadas e em qual tipo de trabalho estavam vinculadas, público ou setor privado. Entre os respondentes, o número de 21,1% disse trabalhar com regime de carteira assinada, e 2,4% eram servidores públicos. Este número incide, por exemplo, sobre as questões relacionadas aos pontos facultativos e feriados, que geraram um princípio de transtorno na edição de 2022.


Questões mais estruturais foram avaliadas e serão dadas diligências quanto a elas, no projeto Corpus Christi 2023, que já começa a ser desenhado a partir desta avaliação, cujo marco foi a celebração, avaliação e confraternização desta segunda-feira.


O encerramento da noite se deu sob o manto de Nossa Senhora Rainha, cuja festa litúrgica foi neste dia 22/08, com a intercessão de dona Maria, a participante mais experiente na reunião (86 anos), e com a benção ministrada por dom Gilberto, que encerrou a noite com os participantes cantando em honra à Virgem Maria.



A partir dos resultados celebrados, avaliados e divulgados nesta noite, já se deve iniciar o esboço do projeto missionário para a Solenidade de Corpus Christi 2023. Foi dada a largada!