top of page

Celebração da Paixão do Senhor: fiéis lotam igrejas no segundo dia do Tríduo Pascal na Arquidiocese



Seguindo para o segundo dia do Tríduo Pascal, fiéis lotam as Paróquias nos 15 municípios que compõem a Arquidiocese de São Luís do Maranhão para a Celebração da Paixão do Senhor. Entre as orações feitas tradicionalmente na Sexta-Feira Santa, além da Celebração da Paixão, muitas paróquias realizam a oração da Via-Sacra e a Procissão do Senhor morto.


Na Catedral Nossa Senhora da Vitória, Centro de São Luís, a celebração foi presidida por dom Gilberto Pastana, arcebispo de São Luís do Maranhão, e concelebrada pelo padre Roney Carvalho, Cura da Catedral, padre Francisco Antônio Souza, assessor espiritual da Comunidade Católica Shalom, e foi auxiliada pelo diácono permanente Silvio Tavares.


A cerimônia durou mais de duas horas, e foi transmitida pelo canal do YouTube da Catedral. Presencialmente, a Celebração contou com mais de 450 participantes. Após a celebração, os participantes seguiram pelas ruas do centro de São Luís, na tradicional Procissão do Senhor morto.



A Celebração da Paixão do Senhor marca, na Sexta-Feira Santa, o segundo dia de oração do Tríduo Pascal, onde os cristãos do mundo inteiro recordam o sacrifício de Cristo na Cruz, que morreu para salvar a humanidade do pecado.


Durante a homilia, dom Gilberto ressaltou a importância de se assumir as consequências e responsabilidades de seguir a Cristo.


"A crucificação de Cristo pode parecer uma derrota, mas não é. Ele nos confronta: O que queremos com esta vida? Quais são os nossos sonhos? A quem procurais?" ponderou dom Gilberto Pastana durante a homilia.

Dom Gilberto recordou ainda que a opção fundamental do ser humano é buscar a Deus.


"Ou optamos por Jesus e o Seu Reino, assumindo todas as consequências do que significa esta opção - inclusive a crucificação...- Ou nos tornamos como os que procuravam o Senhor para crucificá-lo", disse o epíscopo fazendo referência ao Evangelho do dia.

Dom Gilberto lembrou que há uma linha tênue entre os que seguem Jesus eis que buscam persegui-lo, prendê-lo, e que é necessário estar vigilante para não se repetir o que a multidão do Domingo de Ramos fez: aclamou a entrada de Cristo em Jerusalém, mas a mesma multidão gritou "Crucifica-o!" .


"Todas as opções trazem consigo consequências", lembrou dom Gilberto. Optar por Jesus é optar em primeiro lugar pelo amor.


"Hoje devemos refletir sobre as consequências da morte de Jesus em nossas vidas. Os cenários são os mesmos. Todos nós participamos desta história",concluiu dom Gilberto.

Entre os participantes da Celebração da Paixão do Senhor na Sé, estava um número pouco comum de crianças que foram levadas por suas famílias.



Procissão do Senhor Morto


Uma tradicional, bonita e piedosa Procissão que acontece na Sexta-Feira Santa é a do Senhor morto. Realizada em diversas paróquias da Arquidiocese, a Procissão do Senhor morto da Catedral percorre as ruas do Centro de São Luís, levando a imagem do Senhor morto e a imagem de Nossa Senhora das Dores, parando em algumas Igrejas do Centro como Igreja do Carmo e a São João Batista.



Detalhe importante na procissão é a participação da irmandade Bom Jesus dos Passos e de homens inseridos em outras expressões eclesiais. Seu Rosemir Cordeiro, participa do Terço dos Homens da Igreja Santo Antônio, Centro, e desde 1997 ajuda a levar a imagem de Nosso Senhor morto na procissão.




O grupo de homens que levam a imagem de Nosso Senhor morto não possuem um coordenador, mas, de ano em ano, encontram-se na Catedral para realizar esta llp⁰ missão.


Um personagem importante na procissão é a da mulher que interpreta O cântico de Verônica, personagem bíblico que enxuga com um pano o rosto de Jesus, durante o percurso que ele faz para levar a Cruz, e o rosto do Senhor fica gravado no tecido.



Há dois anos, quem faz o papel de Verônica na procissão é Marcela Veloso, contralto no Coral Vox Angelis, canta O Canto de verônica, O vos omine. Durante o percurso Verônica interpreta a canção a cada parada.


Na Igreja São João Batista do Centro, a parada contou com reforço do Coral São João, grupo que completa 46 anos de existência em 2023.




Veja mais fotos da Procissão do Senhor morto em nossas redes socais.

תגובות


bottom of page