top of page

Campanha Leitura que Liberta encerra e parceria com a Arquidiocese arrecadou mais de 1000 livros


Em dezembro de 2022, a Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE/MA) encerrou a Campanha Leitura que Liberta, destinada a arrecadação de livros para as bibliotecas do sistema prisional, que possuía adesão de várias instituições do Estado, incluindo a Arquidiocese de São Luís do Maranhão.


Os livros doados eram entregues na Cúria Metropolitana, e depois recolhidos e encaminhados pela DPE/MA para seus destinos. De julho a dezembro de 2022, foram mais de 1000 obras arrecadadas pela Arquidiocese de São Luís do Maranhão. Com o fim da Campanha, encerra-se a coleta de livros para esse fim.



A Campanha era coordenada pelo Defensor Público do Estado do Maranhão, Bruno Dixon, que ao apresentar o pedido de parceria com a Arquidiocese de São Luís do Maranhão, em julho de 2022, convidou dom Gilberto a estar presente na 23ª Semana do Encarcerado, no dia 25 de agosto do ano passado, a fim de celebrar uma missa pelos internos. Essa foi a primeira vez que dom Pastana, desde sua posse como arcebispo, presidiu uma missa no sistema prisional de Pedrinhas.



Na adesão à Campanha Leitura que Liberta pela Arquidiocese, dom Gilberto, em comunicado aos párocos das 57 Paróquias existentes, solicitou que fosse incluído um aviso permanente para a campanha de arrecadação, em todas as comunidades de suas respectivas Paróquias. A resposta veio de forma positiva, onde mais de 1000 obras foram doadas ao sistema prisional.


Outras matérias sobre o assunto:




bottom of page