top of page

Arquidiocese de São Luís do Maranhão caminha para a implementação de energia fotovoltaica


(Empresas em reunião sobre o processo adesão de energia fotovoltaica para Arquidiocese | Foto: Ascom ArquiSlz)

Na última quinta-feira (6), a Arquidiocese de São Luís do Maranhão realizou uma reunião com empresas fornecedoras de sistemas de energia fotovoltaica em São Luís. O momento integra um passo importante da Arquidiocese para a implantação deste tipo de serviço para todas as paróquias de seu território.


A reunião desta semana aconteceu entre o setor responsável pela gestão administrativa e financeira da Cúria e as empresas interessadas em implementarem o serviço de energia solar para a Arquidiocese. O processo, porém, teve início há alguns meses, quando foi realizada a medição do consumo de energia elétrica em todas as igrejas na Arquidiocese.


“Todas as paróquias serão beneficiadas”, enfatizou Luca Bianucci, ecônomo da Arquidiocese de São Luís do Maranhão e responsável pela condução do processo de migração da energia elétrica para uma energia sustentável.

O objetivo da reunião foi apresentar a necessidade da Arquidiocese quanto ao consumo de energia e o quantitativo de paróquias beneficiadas. Após esta fase, as empresas participantes da reunião deverão apresentar suas propostase e será criada uma comissão que fará o acompanhamento da execução do projeto.



Depois de definidos os custos e investimentos necessários para esta migração, um projeto deverá ser encaminhado para parcerias que viabilizarão a realização da energia solar na Arquidiocese.


Ao todo seis empresas participaram da reunião: QR Energia solar, Starsol, HCC, Enova, Investisun e Russo.


Valdiner Rocha, representante de uma das empresas, elogiou a condução do processo por parte da Arquidiocese e confessou ter se impressionado com a organização do trabalho.


"Ficou tudo muito claro o que a Arquidiocese está buscando. Eu me surpreendi com relação aos prazos e urgência, uma vez que se tem ciência do tamanho da estrutura da Arquidiocese e isso não é facil", declarou Valdiner que aproveitou para reforçar que das empresas presentes na reunião, todas as seis possuem um histórico de seriedade nos serviços prestados.



Outras Igrejas em São Luís já estão à frente nesta decisão, é o caso do Santuário Nossa Senhora da Conceição, Monte Castelo e da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Cohab. Contudo, Luca Bianucci, reforça que o projeto visa a adoção de uma energia mais limpa, sustentável, preocupada com o meio ambiente, respondendo aos apelos do Papa Francisco quanto ao cuidado com a casa comum. E mais do que isto, visa também a comunhão, uma vez que as paróquias gerarão energia que permitirá a partilha.

Comments


bottom of page