• Secom

A Arquidiocese unida à Diocese de Balsas

A Arquidiocese de São Luís, em comunhão com o Regional Nordeste 5, se une em oração à Diocese de Balsas, em intenção da alma de dom Enemèsio Lazzaris



A segunda-feira maranhense acordou com a trista notícia do falecimento do bispo de Balsas, dom Enemésio Lazzaris, 71 anos, que estava internado em Araguaína-To, para tratamento.


O corpo de dom Enemésio será velado até as 15h desta segunda-feira, na paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Araguaína, onde foi pároco por oito anos. Em seguida, o corpo será trasladado para Balsas, onde será velado na Igreja Catedral Sagrado Coração de Jesus. O sepultamento será nesta terça-feira, 4 de fevereiro, na própria catedral da cidade, após a Missa Exequial, ainda sem hora marcada.


Dom Enemésio Ângelo Lazzaris: "grande figura, plena de virtudes humanas e cristãs!"


Nascido em 19 de dezembro de 1948, em Siderópolis-SC, no povoado Rio Jordão, Enemésio Ângelo Lazzaris, entrou no seminário Orionita em Siderópolis aos 12 anos, em 1960. Fez o noviciado canônico no ano de 1965 na cidade mineira de Juiz de Fora. No dia 11 de fevereiro de 1966, o jovem Enemésio fazia pela primeira vez os votos de pobreza, obediência e castidade.


Entre os anos de 1971 e 1976 estudou Filosofia e Teologia em São Paulo e em Belo Horizonte-MG. Em 27 e outubro de 1974, fez a profissão perpétua dos votos religiosos na Congregação da Pequena Obra da Divina Providência.


Tendo sido ordenado padre no dia 26 de julho de 1975, em Siderópolis - SC, sua terra natal, foi ordenado por dom frei José Belisário da Silva, arcebispo metropolitano de São Luís, em 29 de março de 2008, em Balsas, bispo para a diocese. A nomeação foi anunciada pela Santa Sé ainda em 12 de dezembro de 2007.


O consolo é o termos como intercessor junto de Deus

"Tive a felicidade de presidir à ordenação episcopal de dom Enemésio. Eu sempre brincava com ele: "Não vá me envergonhar". A Igreja do Brasil e, particularmente a Igreja do Maranhão, tem muito a agradecer a dom Enemesio. Que grande figura, plena de virtudes humanas e cristãs! Nosso Regional Nordeste 5 está mais pobre. O consolo é o termos como intercessor junto de Deus. Descanse em paz, dom Enemesio. Você merece", declara dom José Belisário.


Como bispo de Balsas foi eleito, em junho de 2011, membro da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz (2011 – abril 2015); fez parte do Grupo de Trabalho de combate ao Trabalho Escravo (2012-2016); foi presidente da Comissão Pastoral da Terra (2012-2018) e o primeiro presidente da Comissão Episcopal Pastoral Especial para o Enfrentamento ao Tráfico Humano (2017- 2019).


A sociedade tem a tarefa de conduzir-se por uma economia que preze a dignidade humana acima de tudo

“A exploração do ser humano, através do trabalho escravo, é um grave desrespeito aos direitos da pessoa humana, à sua dignidade, e especialmente uma violação grave ao direito de trabalhar em condições dignas, recebendo um salário justo... A sociedade tem a tarefa de conduzir-se por uma economia que preze a dignidade humana acima de tudo e isso implica, entre outras coisas, em eliminar a prática do trabalho escravo em qualquer relação de trabalho, seja na agropecuária, na construção civil, na indústria têxtil, nas carvoarias, nos serviços hoteleiros ou até em serviços domésticos". Dom Enemésio.


"Dom Enemésio será sempre lembrado por sua espiritualidade, sua fidelidade à oração e seu profundo amor pela Eucaristia. Homem de vida intensa. Apesar de ter uma vida sobrecarregada de trabalhos e compromissos, assim como aprendeu de São Luís Orione, não deixava de ter seu encontro amoroso com Jesus, Aquele que lhe dava forças e entusiasmo para seguir servindo a todos, especialmente aos mais necessitados" , declara padre Josumar dos Santos, diretor provincial orionita.


"Os justos brilharão como o sol no Reino do seu Pai”. (Mt. 13, 43).

0 visualização