• Secom

Comunidade celebra Nossa Senhora do Perpétuo Socorro


Neste dia em que a Igreja celebra o dia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, a comunidade que a tem como padroeira no povoado Caeté, em Primeira Cruz, se reuniu nesta manhã para participar da Santa Missa, que foi presidida pelo padre Admilson Sousa, pároco da Paróquia São João Calábria e administrador paroquial de Santo Amaro e Primeira Cruz, Arquidiocese de São Luís.

A devoção à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro começou a ser propagada a partir de 1870 e espalhou-se por todo o mundo. Trata-se de uma pintura do século XIII, de estilo bizantino. Segundo a tradição, foi trazida de Creta, Grécia, por um negociante. E, desde 1499, foi honrada na Igreja de São Mateus in Merulana.

Em 1812, o velho Santuário foi demolido. O quadro foi colocado, então, num oratório dos padres agostinianos. Em 1866, os redentoristas obtiveram de Pio IX o quadro da imagem milagrosa. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi colocada na Igreja de Santo Afonso, em Roma. De semblante grave e melancólico, Nossa Senhora traz no braço esquerdo o Menino Jesus, ao qual o Arcanjo Gabriel apresenta quatro cravos e uma cruz. Ela é a senhora da morte e a rainha da vida, o socorro seguro e certo dos que a invocam com amor filial.

#NossaSenhoradoPerpétuoSocorro #ParóquiaSãoJoãoCalábria

4 visualizações