• Secom

Bequimão, a casa do pão: “pão a quem tem fome e fome de justiça a quem tem pão”


O projeto é uma iniciativa da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, que, provocada por seu pároco, abraçou a causa em favor da promoção da vida e dignidade do próximo

A Paróquia Sagrado Coração de Jesus, Bequimão, criada na década de 90, está sob a administração do padre Ricardo Moreira, seu pároco, criador e principal entusiasta do projeto Bequimão, casa do pão, que ocorre em dezembro, por ocasião do Natal do Senhor.

É propício, decerto, pensar o projeto neste tempo quaresmal - do jejum, da oração, e claro, da caridade, que prepara aos cristãos para a Páscoa de Cristo, a celebração do triunfo do Pão vivo descido do céu, que tendo habitado entre os homens, se faz alimento perpétuo na santa Eucaristia, o Pão que sacia a alma.

O projeto começou na chegada do pároco, há sete anos, por iniciativa sua e abraço de causa dos paroquianos. As atividades começam na última quarta-feira do mês de novembro, como preparação para o Natal do Senhor, e se estendem até o fim de dezembro, quando, na primeira semana de janeiro, são levados os alimentos arrecadados às instituições beneficiadas.

São quatro as contempladas, duas casas de recuperação para dependentes químicos: a Chácara Amor Misericordioso, em Matinha-MA e a Chácara São Miguel, em Panaquatira- SJR, da Fraternidade o Caminho, além delas, o projeto Sonho de Aline, das irmãs da Adoração Perpétua, e o Hospital Aldenora Belo, que atende pacientes com câncer.

Não há participação do poder público, até mesmo porque foi pensado para ser vivido integralmente pelos paroquianos. O projeto conta com a parceria do Supermercado Mateus, da Cohama, bairro vizinho ao Bequimão, que num domingo escolhido, chamado dia D, recebe a comissão de arrecadação do projeto que realiza na porta do supermercado uma campanha de sensibilização, quando angaria grande número de donativos para a doação. A arrecadação ocorre principalmente com os pontos de coleta na paróquia e durante as arrecadações feitas de porta em porta pelas ruas do bairro.

Na última arrecadação, de 2018, foram coletados seis toneladas e trezentos quilos de alimento, de modo, que ainda foi possível ajudar com uma tonelada aos dois seminários, casas de formação para os futuros padres da arquidiocese, o Seminário de Filosofia São João Maria Vianney, ou propedêutico, no Cohatrac, sediado na Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, e o Seminário de Teologia Santo Antônio, Centro Histórico, no complexo contíguo à igreja dedicada ao mesmo santo. “A campanha é feita para aguçar a solidariedade, a partilha, como pede o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo a cada um de nós, de modo que não seja o católico frio, mórbido, mas um cristão que de fato vive seu batismo”, declara padre Ricardo Moreira, pároco, criador e entusiasta do projeto.

#ParóquiaSagradoCoraçãodeJesus #Bequimão

40 visualizações