Bispo de Viana lança nota em solidariedade ao povo Gamela

0
220
Foto: arquivo pessoal

Confira na íntegra a nota lançada pelo bispo de Viana Dom Sebastião Duarte, em razão da barbárie ocorrida no domingo, 30 de abril, no Povoado de Bahias, município de Viana (MA).

Solidariedade ao Povo Gamela

Diocese de Viana – Regional Nordeste V
Solidariedade ao Povo Gamela
“Não ardia nosso coração pelo caminho…”
Tendo celebrado o terceiro domingo da Páscoa, lamentamos em nome da diocese de Viana e em meu nome próprio, ter que falar de situação onde a paixão do povo não diz nada dos frutos da ressurreição do seu Senhor e Deus, Jesus Cristo. Queremos expressar nossa solidariedade ao Povo Gamela e dizer da confiança que temos na justiça divina e no Deus que caminha conosco rumo à terra da promessa.
Com pesar e repudio ficamos sabendo que o Povo Gamela na luta pela manutenção e retomada de seu território, tão antigo como o senso comum de que todos os que vivem em Itaquaritiua no município de Viana (MA) são ‘indios’, foi atacado brutalmente na tarde deste domingo, 30 de abril de 2017, no Povoado de Bahias, município de Viana (MA). Conforme nota do CIMI, “Os indígenas decidiram se retirar de uma área tradicional retomada, antevendo a violência iminente, e enquanto saíam sofreram uma investida de dezenas de homens armados de facões, paus e armas de fogo. Pouco puderam fazer em defesa própria a não ser correr para a mata”.
Sabemos que ao menos uma dezena de indígenas gamelas foram alvejados em uma nova retomada, alguns atingidos com arma de fogo e estão em situação grave e outros feridos foram também conduzidos a hospitais da região. A situação tensa exige atenção dos órgão competentes para acelerar os processos pendentes que resolvidos concedam a este povo o direito ao território de seus ancestrais e garantam a dignidade, a vida e paz duradoura sem intrusão de suas terras.
Que o Senhor dos senhores e cuja Páscoa celebrei com os Gamelas este ano, ajude aos que estão passando pela sua Paixão neste momento, a galgar os rumos do Ressuscitado e que Maria fortaleça na fé e na luta os que experimentam o vale de lágrimas. Rogamos ainda arrependimento profundo que produza conversão aos que versaram na terra o sangue de seus irmãos e irmãs, por si ou a mando de outrem.
Em Cristo Jesus, que a sua vontade se realize em nós,
Dom Sebastião Lima Duarte, bispo de Viana

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA