Ordenação Episcopal de Frei João Muniz bispo para a prelazia do Xingu

0
2035

A Arquidiocese de São Luís do Maranhão, convida para a ordenação episcopal do Frei João Muniz Alves, ofm, no dia 05 de março, as 17h no Ginásio Castelinho. O frei prestava serviços pastorais na paróquia Nossa Senhora da Glória e São Judas Tadeu, no bairro da Alemanha, quando foi nomeado pelo papa Francisco bispo para a prelazia do Xingu. Frei Muniz será ordenado epíscopo pelas mãos do atual bispo da prelazia dom Erwin Krautler, tendo por co-ordenantes dom José Belisário (arcebispo de São Luís) e dom Leonardo Ulrich Steiner (bispo auxiliar de Brasília). Depois de ordenado o frei será acolhido como bispo na prelazia, no dia 03 de abril, no Ginásio São Sebastião, em Altamira – PA.

A província do frei em comunhão com a Arquidiocese de São Luís, formalizam o convite para a participação neste importante evento não só para a Igreja particular de São Luís, mas para a Igreja no Brasil e no mundo.  O  frei Muniz, OFM, nasceu em 8 de janeiro de 1961 em Carema, município de Santa Rita, em nossa arquidiocese. Professou os primeiros votos religiosos na Ordem dos Frades Menores em 2 de fevereiro de 1986 e os votos solenes em 14 de janeiro de 1991. Foi ordenado sacerdote em 4 de setembro de 1993.

Que disse dom Erwin Krautler, bispo emérito do Xingu, a respeito da chegada de dom Muniz a prelazia.

Prelazia do Xingu (site) – O que pretende fazer agora. D. Erwin?  Ficará no Xingu, com Bispo Emérito, auxiliando seu sucessor, um franciscano que é professor de Teologia? Quais os seus planos? 
Terei o privilégio de ser o consagrante principal na ordenação episcopal de Frei João Muniz Alves que será meu sucessor como Bispo Prelado do Xingu. Ele precisará de um bom tempo para conhecer essa maior circunscrição eclesiástica do Brasil e assumir a sua missão de bispo numa realidade complexa e em parte também conflitiva. Não vou passar o cargo para ele e sumir do mapa. Um novo bispo não entra pela porta da frente e o seu antecessor sai na mesma hora pela porta dos fundos. Seria um absurdo. Se ele me escolheu como consagrante principal certamente conta ainda com minha ajuda de irmão até conhecer de perto as regiões, paróquias e áreas de pastoral, as diversas dimensões da Prelazia e também os desafios da Igreja do Xingu. Sem dúvida, haverá um tempo razoável de transição, mas sem transtornos. Estarei simplesmente à disposição de meu sucessor. Aliás, fiquei muito feliz com a nomeação desse frade franciscano que nasceu em nosso estado vizinho, no Maranhão. Laudato Sí – Que Deus seja louvado!
Não faço planos. Sou secretário da Comissão Episcopal para a Amazônia presidida pelo Cardeal Dom Cláudio Hummes e assumi a função de coordenador da REPAM (Rede Eclesial Pan-Amazônica) no Brasil. Esses cargos continuam independentes da sucessão no Xingu. Além do mais recebi e recebo muitos convites para orientar retiros para Padres e Religiosas/os. Não me faltará trabalho e oportunidade de engajar-me nas diversas frentes de nossa Igreja. Aliás, nem consigo atender a todos os convites dentro e fora do país para falar sobre a Causa Indígena e a questão da Amazônia em diversos fóruns, seminários em nível nacional e internacional. Certamente não vou morrer de tédio, sem saber o que fazer. Deus me livre!

O frei João Muniz já se prepara para a ordenação episcopal em profunda espiritualidade particular e comunitária com os freis da província e paroquianos. Segundo o fei João, ele conta também “com as orações que cada um, das diversas paróquias da arquidiocese, dirigem a ele neste momento tão importante para a Igreja”, declarou.  Organize sua paróquia, forme uma caravana e venha participar conosco deste grande evento para a  nossa Arquidiocese de São Luís.

 

IMG-20160122-WA0000

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA